4.8.07

Bem melhor

Passo aqui de fininho, sem fazer muito barulho, para dizer que estou bem melhor.
Depois de uns dias duros, em que estive desesperada, furiosa, triste, irritada, fula, podre, desanimada, vazia, desesperançada, rabugenta, frágil, chata e afins, o sol voltou a brilhar: dentro e fora de mim!
As férias foram de uma preguiça descomunal, a que se juntou um namoro delicioso na última metade. E soube tããããão bem!

Quase uma semana após ter regressado, estou mesmo mais serena e confiante, o que me faz bem e a quem me rodeia, sem dúvida.
Já voltei ao Fórum da API, mas ainda ando a inteirar-me do que por lá se tem passado.
Também contactei a Associação uma vez mais, para me disponibilizar para mais um Grupo de Apoio.

Bom, e hoje falei abertamente com uma conhecida/amiga que também não consegue engravidar (após um aborto às 3 semanas).
Senti-me uma porta que se abriu para ela e, depois de a ouvir e falarmos um pouco, dei-lhe alguns contactos. Apesar de acreditar que voltará a engravidar, não quer deixar passar mais tempo e pretende avançar para exames e, se necessário, tratamento.
Estava tudo lá escondidinho dentro (até porque o marido está muito descontraído com o assunto), mas veio rapidamente à tona. Isto, o facto de sentir que os ginecologista da cidade a "enrolam", o ter 38 anos e o desgaste em que luta para disfarçar que vive.
Despedimo-nos as duas sorridentes, com ela a dizer que ainda vamos andar as duas barrigudas ao mesmo tempo.
Deus te oiça, C.

E Luna, obrigada pela tua mão. Valeu!

1 comentário:

Luna (Dina) disse...

a mão da luna está sempre presente quando para uma companheira de luta.

beijinhos linda