23.4.08

Diabetes?

Consulta hoje à tarde.

Quase uma hora e meia lá dentro: em consulta e na conversa (o que o maridão considerou sem nexo e a mim me fez todo o sentido e deu o empurrão para me sentir bem mais próxima da médica).

Confirmação de que a eco está boa, as análises no global também, a análise da urina da manhã 5 estrelas, mais umas questões de um lado e de outro, pesar (não engordei desde a última consulta, o que resultou em analisar se me ando a alimentar bem - quem me conhece sabe que sim e que dietas não é comigo, mas o maridão lá aproveitou para debitar as suas teorias alimentares bastante rígidas e "fazer queixinha" dos meus pequenos-almoços), ouvir a pequenota e o seu "coração forte", confirmar que está com a cabecita para baixo (boa, filhota!) e saber que o que pensava por vezes ser a sua cabeça contra a barriga é o rabiosque (a malandra!), medir barriga, trocar ideias e tirar dúvidas.

O único possível senão: a 1ª análise que fiz à glicémia (rastreio de diabetes) indica fazer nova análise, agora mais completa e com a maior brevidade possível, a fim de confirmar ou não...
Ainda do consultório, liguei para o Laboratório e amanhã lá estarei às 08:30 para 1ª recolha de sangue. Depois seguir-se-ão 3 horinhas, com recolha de sangue de hora a hora.
A médica explicou que pode dar negativo, mas o receio está cá. Não bateu com muita força na hora, de tal forma ela tranquilizou e desdramatizou, mas com o passar das horas e o deixar de estar tão distaída (lanchámos, demos 2 voltas ao estádio para "desenferrujar" e aproveitar o sol antes de fazer a viagem de regresso e falámos durante toda a viagem), o medo começa a tomar conta, pé ante pé, aqui da minha pessoa.

Parece que quando estou "desprevenida" alguma coisa acontece e a minha mais-ou-menos tranquilidade assusta-me. Cabecinha complicada, safa!

As 22h foi a hora limite para ingerir qualquer alimento. Até amanhã, pelas 12h, não há cá comidinha para ninguém e, é incrível, mas esta proibição dá-me uma fome grotesca. Espero não me enganar e ir, meia a dormir, atacar o frigorífico ou a despensa...

Espero, acima de tudo, é que o resultado da análise seja que está tudo normal... mas tenho medo! E quando escrevo esta palavra, ele aumenta. É bem verdade: sem estar obcecada, tenho medo, medo, medo!!! Bolas, quem estou eu a tentar enganar? O meu cara-metade, que prefere que eu não fale do assunto e aguarde, nas calmas? Bolas, apetece-me dizer a toda a gente o receio que tenho, o medo que se está a apoderar de mim.

O resultado dão-mo ainda amanhã (6ª é feriado) e ligarei à médica a dar-lho.
Tenho ideia que, se for positivo, deverá ser controlável (ou espero eu!), mas sei que não é nada bom e tem as suas implicações. Como tenho receio de uma gaita dessas a esta altura do campeonato!

Amanhã já sei. A ansiedade, a espera, fazem-me tão mal, caramba!

4 comentários:

Cláudia, Mãe do Pimpo & Pimpa disse...

Bem, sinceramente eu às vezes passo-me com as situações que te/vos acontecem.
Já não chegava as dificuldades para poderes engravidar sempre aparecem "coisas" novas. :(
Se Deus quiser vai estar tudo bem, e podes continuar com a tua gravidez "calma"...
Vai tudo correr bem, temos é que ter sempre pensamento positivo, até mesmo quando isso parece impossível.
Mas Eu estou @qui para te ouvir, mesmo que não tenha as palavras certas ou as que precisas e queres ouvir.
Bjs Cláudia

Sofia e Pedro disse...

Olá querida mamã, conheci o teu simpático cantinho através do Baby Boom e adorei, virei visitar-te mais vezes!
Parabéns pelo teu bebé, desejo-te as maiores felicidades!
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

Bem Me Queres disse...

Minha querida, espero que o resultado tenha sido negativo. Dá notícias.
Beijocas nossas

Bem Me Queres disse...

Minha querida, espero que o resultado tenha sido negativo. Dá notícias.
Beijocas nossas