4.6.08

A chocar, chocar, chocar...

retirado de elotopia.net

Dias 28 de Maio e 3 e Junho foram dias de consulta: o 1º ainda no Espaço Fertilidade, o 2º já na Maternidade Daniel de Matos.
Ok, foram também dias de mudanças de lua, mais uma razão para estar "alerta" quase as duas noites inteiras que antecederam as consultas...

Dia 28 ía animada, convicta que não estava ainda o parto para os dias seguintes, caprichei um pouco na roupita e na aparência em geral e aí fomos nós em ambiente de boa disposição.
A Dr.ª Elvira gostou do que viu (inclusivé a minha maior tranquilidade/segurança) e só foi "mazita" no toque, pois tenho o colo do útero posterior.
Análise urina ok, dúvidas e questões e mais uma sintonia: nem eu nem ela estamos com pressa que a bebé nasça, por isso "Deixe-a lá estar, que a Maternidade está em obras e estamos com menos camas!"
Ficou nova consulta marcada para dia 3, já na DM (pois ela estaria de serviço) e uma análise a uns streptoccocus malandros que fomos entregar de imediato e ficámos de levantar dia 3, antes da consulta... ou antes, quis ça?!

A semana decorreu bem. Com umas noites melhores que outras em termos de sono e dorzitas pelos tendões do útero, dei algumas voltas, comprei a faixa pós parto, vimos cortinados para o quarto da piolha, estivemos com amigos, almocei com os meus Pais, falei com um enfermeiro obstetra e fiquei um poco mais aliviada com algumas questões (a sua disponibilidade ao telefone e, se der no momento, será total para me acompanhar no TP), ri a bom rir com o que considerámos um exagero na partida da Selecção de Poretugal para a Suíça e dei muito, muito miminho à minha filhota e à minha barriga.
Quase todos os dias tirava nem que fosse 1 foto, pois nunca sei quando será o último dia desta gravidez.

Na 2ª feira( dia 2) começou o nervoso miudinho: consulta no dia seguinte, na maternidade, ficar já por Coimbra? Haverá alguma dilataçãozita? Já pesa tanto, a catraia! Ai, ai!
Resultado: encafuada em casa todo o dia, a matutar, a acalmar, a "navegar" um pouco pela net, a pensar, pensar!

E dia 3 lá fomos nós, ainda aqui a minha pessoa gravidola.
Andei pela casa a vaguear e a fazer as coisas muito devagar, não só pela falta de agilidade, mas porque parecia que sentia que já não voltaria a ela grávida.
Voltei a "pôr-me bonita", estava um sol lindão e aí fomos nós.
Chegámos mais tarde do que tinhamos previsto na véspera, a consulta demorou mais porque envolveu registo (coisa que me stressa por um lado, sempre que vejo algo que me parece possa ser menos bom), a análise ao bichinho deu negativa e na observação aí vai a miúda passar por 3 "enfiadelas de mão", pois a médica não conseguia chegar ao fugidio colo posterior.
"Relaxe!"
"Ok, ok. Peço desculpa! Deixe-me só respirar fundo!", respondi entre a 2ª e a 3ª tentativa de toque.
Mole, curto e fechado. Imprevisível, portanto, se a minha filhota se vai manter cá dentro, feliz e contente, até sábado (que é quando a médica está de serviço todo o dia).

No máximo, na próxima 3ª feira, dia 10, tenho de lá voltar, depois de ela entrar de serviço, às 21h.

Mas o meu instinto diz-me que até lá temos filhota cá fora.
Quero muito, e acima de tudo que ela esteja bem, mas a verdade que lá vou falando com ela a tentar que aguarde até sábado.
Sinto outra confiança e já algum à vontade com a Dr.ª Elvira e acho que serei mais bem compreendida se lhe pedir para não me acelerarem o parto ou enfiarem demasiado cedo na sala de partos. Pelo menos assim vou acreditando que será se for ela a acompanhar-nos.

Na 3ª à noite vi que tinha uma bela manchoca castanha na cueca e vai de dizer sozinha "Pronto!" e, com alguma calma, pensar no que fazer, decidir não ligar logo ao maridão, pensar num banho e em comer primeiro e ligar a uma amiga.
Assim foi: da amiga, liguei à enfermeira amiga da DM e daí à médica, que me confirmou ter sido da observação. Ambas me reforçaram para estar alerta para outros sinais e cá estou: alerta!
Ontem quase nada a declarar, hoje uma micro-gelatina suavemente acastanhada. Será o rolhão?
O facto é que tencionava passar a tarde deitada (para não forçar nadinha, com os olhos postos em sábado!!), mas não parei quieta todo o dia. Roupas, louça, arruma, leva, traz, baixa, levanta, banhoca, net, tirar mais umas medidas, comer, sei lá!

Sinto o peso maior, parece-me que a barriga está um pouco mais descida e por vezes pareço não distinguir entre a E. (nome provisório? Daí ainda não o escrever!) a mexer ou o útero a contrair.
Após o almoço não me apetecia nada que o maridão fosse trabalhar!
Queria-o aqui comigo, nestes que sinto serem os últimos dias (horas?) de grávida.

Entretanto, vem uma amiga passar um pouco. Por incrível que pareça, nem sei se me apetece ou não: sei que me apetece estar no ninho, a chocar, chocar, chocar... ao mesmo tempo que na esperança de que nasça só sábado, corra tudo bem e o sol continue a brilhar nas nossas vidas!

6 comentários:

amora disse...

Já está quase e eu espero que todos os teus receios se dissipem quando conheceres a tua bebé. Desejo que tudo corra bem e que estes últimos dias sejam de mta tranquilidade.

um beijo enorme

IC disse...

vai brilhar e mt o teu sol ;O)
beijinhos

Silvia disse...

Que tudo vos corra bem, uma hora pequenina!
Beijinhos.

Paula Santos disse...

Amiga que tenhas uma hora pequenina, e que aproveites cada segundo com a tua princesa nos braços.
Beijinhos cheios de sorte

Anna72 disse...

Bem, já é Segunda... se ainda não nasceu, espero que tenhas uma hora pequenina e que tudo corra às mil maravilhas ;)

Beijocas e felicidades!

Cláudia, Mãe do Pimpo & Pimpa disse...

Bem ao que parece estás mesmo a chocar! ;)
Espero que corra tudo bem, e não tarda nada tens a tua Princesa nos braços.

Bjs Cláudia