26.5.08

Estamos bem!


Sim, estamos bem!
Depois daquela semana agitada, outra se passou em que a harmonia e a serenidade voltaram, pé ante pé, a surgir.

A consulta correu bem (a saber: eco confirmou rim dilatado, mas se sem dores é natural desta recta final da gravidez e observação com a minha médica deu "colo do útero mole e fechado").
Cantou-se na viagem para lá (havia esperança de estar tudo bem e voltar para casinha) e no regresso!

Nessa tarde "aventurei-me" no meu bólide e fiz algumas coisas pendentes (não muitas, é verdade!!): enviar um mimo a quem já me enviou o pano porta bebé (é lindo, lindo, lindo e anseio usá-lo, com a catraia lá dentro, de sorriso na cara) e comprar mantimentos para a casa, a que juntei a banheira para a piolha (havia algumas pessoas que podiam emprestar, mas tiveram alguns precalços e comprei uma bem simples, cor-de-rosa, com um tripé branco de metal. Dá para encaixar na nossa banheira, não é "mini", nem tem muda-fraldas. Essa parte adapta-se em cima da cómoda, que tem a altura ideal).

Bom, na 4ª o rim voltou a dar sinal, mas decidi não entrar em parafuso, nem ir a nenhum hospital, muito menos ficar internada: Urologista fora do país, ligo à médica. Ok, fazer a medicação via oral 3 dias e cá estamos: sem dores e sem estadias em "hotéis" :O)
Ainda deu para saborear um pouco mais os primos que cá estavam (a piolha deles fez 1 ano nesse dia e foi muito bom) e que se íam embora no dia seguinte

Entretanto, tenho aproveitado para descansar bastante e, pelo meio, mandar uns "ais!" com as tropelias que a filhota cá faz dentro e se reflectem em tudo quanto é órgão, osso, músculo ou cartilagem.
Nem sempre é fácil dormir, com o corpo a doer, os ligamentos a queixarem-se, a aziazita, a cabeça a pensar e a pensar e as idas mais que frequentes à casa de banho. Mas se não é à noite, dorme-se de manhã, como hoje, ora pois. O importante é conseguir e não voltar a ficar exausta como naqueles dias.

No feriado e no fim de semana aproveitei bem o maridão: caminhámos um bocadito, estivemos com amigos, fomos ao lançamento do livro de um amigo, almoçámos em casa dos meus Pais, arrumámos mais algumas coisas cá em casa, recebemos amigos (coisa simples e casual) e... montou-se a caminha!

Esta semana temos consulta 4ª feira (dia de mudança de lua..., o que me deixa no mínimo curiosa!!) e vamos lá ver o que diz a médica em relação à DPP: se se mantém ou não.
Acima de tudo desejo que o parto corra bem e que estejamos os três de saúde. Se lhe puder juntar o já estar em Coimbra e evitar a viagem em TP, ora vamos evitar, pois claro! Logo se vê!

Entretanto, está um dia chuvoso e parece-me que ficarei por casa. Vou fazer a cama da filhota, arrumar mais algumas pequenas coisas, ler e tratar de assuntos de trabalho pendentes (engraçado como deixo isto para o fim...).

Espero que a catraia (sim, ainda não está o nome decidido...) continue a gostar do tratamento que tem cá dentro e continue a crescer bem e mexerica, até decidir que está "madura para colher".
Ando meia fisgada com as mudanças de lua... Dia 28, dia 3 (lua cheia!), dia 10 e 18. Será?

O maridão ri-se cada vez mais com as minhas figurinhas a calçar (e ajuda!), a virar na cama, a agarrar coisas do chão e fica fascinado a olhar para o tamanhão da barriga! Faz humor e dá amor, o que é saboroso demais e me faz dizer-lhe, às vezes: "Ai! Não me faças rir... Não vês que dói?!". Depois lá olhamos um para o outro e "escangalhamo-nos" os dois.

Ontem, ao deitar, disse-lhe: "Os nossos dias a dois, cá fora, estão por pouco. Estás preparado?"
E ele, que anda a ler "O Grande Livro da Criança" (sim, eu já li grande parte há mais tempo e agora ando pelo "Rio das Flores" - assim se desfaz a incógnita do outro post!), respondeu que sim, que nos vamos preparando, como toda a gente.
É tudo tão novo, tão belo e com friozinho na espinha, ao mesmo tempo!
Como dizia ontem o nosso amigo "Está quase: TIC-TAC, TIC-TAC!"

Mas o maridão continuou e referiu um comentário tido com esse amigo que veio ajudar a montar a cama. Percebi que tinha havido "conversa de Pais-Homens" e achei delicioso, até porque gosto muito da "filosofia de vida" daquele casal e acho que dão uma educação e um amor fantásticos ao catraio de 5 anos que já têm e darão, concerteza, igual ao que vem a caminho (2 mesitos atrás da nossa).

Bom, e há dias, a ver uma série no Canal 2:, deparei-me com uma cena que me levou às lágrimas: um casal a tentar, uma de muitas vezes, engravidar no dito período fértil. Os comentários de cada um, as expressões, a situação toda em si, fez-me levar de imediato a mão à barriga e acariciá-la muito, grata, muito grata!
Enquanto as lágrimas me corriam, revivi na pele o sofrimento e o desespero daquela fase, lembrei a mana e a amiga "de carne e osso" e lembrei-me de muitas de vós: umas já com os catraios ao colo, outras a aguardar, outras em busca. Senti uma quasi-vergonha por me queixar destas "niquices" de final de gravidez e apeteceu-me pedir desculpa, nem sei ao certo a quem. Depois, rapidamente percebi que cada fase é uma fase e que em todas elas temos direito a sentir!

Desejo que sintam o que sinto actualmente, muito em breve, e se queixem destas pequenezas que fazem da gravidez o que ela é: uma gravidez, nos nossos casos extremamente desejada!

6 comentários:

Storm disse...

E eu desejo tudo de bom para si.
Quanto ao parto, vai correr tudo bem, vai ver :)
um beijo

Cláudia, Mãe do Pimpo & Pimpa disse...

Vieram-me as lágrimas aos olhos ao ler o teu post. Sim, muitas das vezes também eu (sem saber o porquê) sinto necessidade de pedir desculpa pela felicidade de ter dois filhos. Não sei explicar o porquê. Bem adiante...
Já vi que não acertei as leituras... ;)
Logo, logo vão ter a vossa Princesa nos braços e aí acabou-se o descanso (estou a brincar!).
Fico muito feliz por estares bem e na recta final. Fico ainda a aguardar novidades quando a Princesa nascer, e se possível, o nome.
Quanto ao problema no rim, não percebi bem, tens de fazer algum tratamento? Quando?
Bjs Cláudia

Raggedy Ann disse...

I can't believe you're almost there! I'm so happy for you.

bjs,
A.

Silvia disse...

Anda bem que já estas melhor.
Deixa me que te diga que és uma sortuda, eu ao menos não durmo de noite nem de dia!
Mas está quase.
Continuação de uma boa semana.
Beijinhos.

IC disse...

adorei ler este post, obrigada por pensares em nós que ainda não alcançamos o sonho, e para ti catraia e marido milhares de bons momentos para as próximas décadas. beijinhos

Maggie disse...

Hello!
É com lágrimas nos olhos que leio este post, mas com paz na alma =) Há já algum tempo que te sigo e fico feliz com a tua felicidade, a sério. Eu continuo à espera mas com esperança no coração, sim dói e não é pouco, mas não tens que te sentir em culpa, passaste pelo mesmo e conheces a dor, agora chegou a tua hora e só tens que viver essa felicidade! Confia porque vai correr tudo bem e vocês merecem ser felizes, pelas tuas palavras é possível «ver» a vossa cumplicidade, companheirismo, amor... Como eu costumo dizer vocês têm a base essencial só vos faltava mesmo a cereja no bolo ;O)

Jokas doces
Mª João